Wednesday, May 26, 2004

Tribo, um artifício para a juventude

Tribo, um artifício para a juventude

Clubbers, góticos, punks, corvos, metaleiros, hippies, seja qual for o nome. Rebeldes ou não, lançam suas modas e seus estilos diferenciados porque acreditam que sua identidade necessita de um nome, ou porque que imaginam encontrar, através desses grupos, respostas para seus questionamentos.

Mas é preciso perguntar por que jovens e adolescentes procuram pelas tribos. É sabido que muitos buscam diferenciação por meio da imagem, mas, em meio às diferenças, sempre haverá algo de comum: o desejo pela liberdade e, sobretudo, o desejo de reter a juventude por meio de artifícios da aparência, como forma de rebelar-se contra uma padronização da cultura.

Muitos pintam os cabelos com cores exóticas, vestem roupas fora dos padrões, marcam os corpos com tatuagens e piercings, buscando atrativos que revelem sua ideologia pela sua aparência.

Mas pergunto: por que o mundo tem divisões? Por que os adolescentes, que deveriam se reunir e compartilhar suas peculiaridades, se escondem dentro de redemoinhos chamados de “tribos”? Eles crescem no paradigma da sociedade moderna, com uma visão única, aparentando ser os donos da verdade. Com isso, adiam a vida adulta, inseridos não só em grupos, mas no seu mundinho peculiar, criando distanciamento de tantas outras tribos, e principalmente a dos “seres humanos”.



Emiriene Costa

0 Comments:

Post a Comment

<< Home